Feliz de quem tiver uma PEDRA em SAGRES
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

O Jogo Gigante “À Descoberta de Vila do Bispo” sai à rua!

Nos dias 26 e 27 de julho, no âmbito das atividades de Tempos Livres Verão Desportivo – Férias de Verão 2017, proporcionadas pelo Município de Vila do Bispo, o Serviço Educativo do Centro de Interpretação de Vila do Bispo levou até à rua o seu Jogo Gigante "À Descoberta de Vila do Bispo".
À sombra das palmeiras da Praça de Tanegashima, em Vila do Bispo, 43 crianças, professores, educadoras, alguns pais, habitantes locais e mesmo turistas reuniram-se à volta de um tabuleiro de jogo gigante que ilustra o nosso Concelho. Neste jogo, as crianças tornam-se peças de tabuleiro e avançam num percurso ao responderem corretamente a diversas perguntas.
De forma divertida, mas pedagógica, o jogo pretende transmitir uma série de informações de ordem natural e cultural relativas ao nosso território, explorando temas tão diversificados como a sua Geologia, Geografia, Arqueologia, História, Cultura Etnográfica, costumes, tradições e efemérides, bem como boas práticas cívicas e corretas condutas de proteção civil. O nosso jogo promove, assim, a Educação Ambiental, Patrimonial e Cívica dos seus habitantes, particularmente de crianças e de jovens que, no futuro, assumirão a responsabilidade de gerir a sua ímpar herança coletiva.

Neste jogo não existem perdedores! 
Todos os participantes saem vencedores!!

Canis lupus familiaris - um cão com 8 mil anos em Vale de Boi!


O vestígio de cão mais antigo encontrado em território português até ao momento é um dente, encontrado em Vale de Boi, no Algarve, e tem a datação directa por radiocarbono de 7965-7848.

É precisamente assim que termina um interessante artigo publicado no passado dia 19 de julho no Jornal Público. Com base em diversos trabalhos científicos recentemente divulgados, o texto explora a fascinante temática da 'domesticacão' do "melhor amigo do Homem"... o Cão! A investigação arqueológica e genética têm partilhado interesses e esforços no sentido de compreender como e onde os lobos se 'amansaram' ao ponto de se tornarem inseparáveis companheiros da espécie humana. A importância do sítio arqueológico do abrigo paleolítico de Vale de Boi é mais uma vez reconhecida no contexto peninsular...

Para aceder ao artigo na íntegra, basta clicar em:


E assim, pista a pista, vestígio a vestígio, 
  se vai farejando a história evolutiva do cão...

Caçadores-recoletores do Paleolítico em ação de caça ao 
Auroque em Vale de Boi (Budens, Vila do Bispo)
ilustração de Vilson Palma


Textos de Terry Deary & Ilustrações de Martin Brown 
in História Horrível - Os Selvagens do Calhau 

Mais um Dia Aberto no sítio paleolítico de Vale de Boi

No passado sábado, dia 15 de julho, o sítio Arqueológico do abrigo paleolítico de Vale de Boi recebeu mais uma ação de arqueologia pública/social, o seu “Dia Aberto”, iniciativa que uma vez mais registou um significativo interesse da comunidade loco-regional.
Ao longo do dia, entre as 10 e as 16 horas, cerca de 70 pessoas visitaram a escavação, sendo acolhidas pela equipa de arqueólogos coordenada pelo Professor Doutor Nuno Ferreira Bicho, da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Universidade do Algarve, e pelo arqueólogo da Câmara Municipal de Vila do Bispo. De destacar a participação de 19 crianças que, acompanhadas pelas suas famílias, demonstraram grande atenção pelos artefactos expostos e pelos trabalhos em curso, participando entusiasticamente em algumas das operações.
Alguns dos visitantes já são habitués, regressando ano-após-ano para, in loco, acompanhar a evolução dos trabalhos e contactar com as novas descobertas.
A investigação deste importante sítio arqueológico descoberto em 1998, a maior e mais antiga jazida paleolítica conhecida no sul peninsular, com incríveis registos cronológicos que se cifram em 33 mil anos, tem sido apoiada tecnicamente, logisticamente e financeiramente pelo Município de Vila do Bispo, designadamente com o acolhimento das equipas de arqueólogos no NIA-VB - Núcleo de Investigação Arqueológica de Vila do Bispo, um novo equipamento municipal que reabilitou as desativadas instalações do antigo Jardim de Infância de Budens. 

PaleoCoast Project teaser - jun 2017



Projeto PaleoCoast
Adaptações humanas costeiras durante o Paleolítico no sudoeste Peninsular

Coordenação ICArEHB - Centro Interdisciplinar de Arqueologia e Evolução do Comportamento Humano da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Universidade do Algarve e CIMA - Centro de Investigação Marinha e Ambiental da Universidade do Algarve.

ConsórciosMunicípio de Vila do Bispo; Associação de Arqueologia do Algarve; Arqueofactory; Cátedra UNESCO UAlg em Ecohidrologia; Federação Portuguesa de Atividades Subaquáticas; e Confederação Mundial de Atividades Subaquáticas.

a Arqueologia regressa a Vale de Boi | Dia Aberto - 15 julho (sábado)






























No decorrer do mês de julho de 2017, a jazida arqueológica do abrigo paleolítico de Vale de Boi, em Budens, recebe mais uma campanha de escavação dirigida pelo Professor Doutor Nuno Ferreira Bicho, da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Universidade do Algarve.
No âmbito destes trabalhos e numa perspetiva de arqueologia pública-social, no dia 15 de julho (sábado), entre as 10 e as 16 horas, estão todos convidados a (re)visitar este importante sítio arqueológico.
A equipa da Universidade do Algarve e o arqueólogo municipal de Vila do Bispo farão as “honras da casa” com uma visita guiada pelo espaço e pelo tempo de um dos mais significativos e extensos arqueossítios paleolíticos identificados na Península Ibérica, onde foram registados os mais remotos vestígios de presença humana conhecidos em todo o sul peninsular - 33 mil anos!
Identificado em 1998, este sítio foi desde então objeto de regulares campanhas arqueológicas, revestindo-se de particular interesse pela presumível presença do Homem de Neandertal, uma fascinante temática, prioritária na agenda arqueológica mundial e importantíssima para a compreensão da própria evolução da Humanidade.
O Município de Vila do Bispo reafirma todo o interesse e apoio a este projeto, designadamente com a criação de um novo espaço de acolhimento aos investigadores, reabilitando, para o efeito, as instalações do antigo Jardim de Infância de Budens, convertendo-as no NIA-VB - Núcleo de Investigação Arqueológica de Vila do Bispo. 


Jogo Gigante “À Descoberta de Vila do Bispo”
















Tal como nos últimos anos, no passado dia 1 de junho o Município de Vila do Bispo assinalou o Dia da Criança no Centro Educativo Comunitário Multisserviços de Budens, presenteando todas as crianças do 1.º Ciclo do Concelho com um diversificado programa de atividades e com lembranças criadas especificamente para estas crianças, explorando conteúdos relativos ao território que habitam.
Em 2017, além de Cadernos de Atividade e Cadernos para Colorir, sobre tantas e incríveis temáticas disponíveis no nosso Concelho, uma das atividades integradas no programa que assinalou este dia tão especial foi precisamente o novo Jogo Gigante À Descoberta de Vila do Bispo”.
O nosso Jogo Gigante À Descoberta de Vila do Bispo constitui uma atividade do Serviço Educativo do Centro de Interpretação de Vila do Bispo que, por via dos seus técnicos da área do Património Cultural, pretende levar até às escolas, de forma divertida mas pedagógica, uma série de informações de ordem natural e cultural, promovendo a Educação Ambiental, Patrimonial e Cívica de crianças e jovens que no futuro assumirão a responsabilidade de gerir a sua espantosa e significativa herança coletiva.
Em breve, no âmbito das atividades de Tempos Livres – Verão Desportivo 2017 promovidas pelo Município, o Jogo Gigante sairá à rua para mais algumas horas de divertida aprendizagem sobre o nosso Concelho, sobre este singular recanto, único no Mundo!

História do Mês de Julho | EspeleoArqueologia de Vila do Bispo: Contributos e estado da investigação (1886-2017)

A ‘História do Mês consiste numa iniciativa expositiva do Centro de Interpretação de Vila do Bispo iniciada em janeiro de 2015 onde, mensalmente, se apresenta um objeto e um associado discurso informativo. Além da divulgação, valorização e partilha de determinados apontamentos e curiosidades da memória coletiva do território, pretende-se, com esta iniciativa, provocar hábitos de visita ao nosso equipamento cultural.

Desde os finais do século XIX que a elevada apetência arqueológica dos contextos cavernícolas do território concelhio de Vila do Bispo se encontra perfeitamente reconhecida. Porém, o grau de conhecimento e o panorama da investigação das nossas cavernas mantêm-se praticamente inalterados desde então. Em 2014 o eminente potencial arqueológico do mal conhecido endocarso do extremo sudoeste da Europa começou finalmente a ser investigado, segundo metodologias necessariamente científicas e sistemáticas.
No mês de julho damos conta dos nossos trabalhos em torno das grutas de Vila do Bispo, desenvolvidos no âmbito do projeto "Carta Arqueológica do Concelho de Vila do Bispo"...

Visite-nos no Centro de Interpretação de Vila do Bispo !!!